Adoro ir ao Porto. Ainda mais para lançar um livro (na verdade, dois), inaugurar uma exposição, conhecer pessoas (tão especiais)... e comer bem, lógico.
Fica o sabor de quero mais (e mais).

Obrigada Rui e Júlio. Obrigada Inês.





Ela voltou ao canil. E lá fomos passeá-la pelos caminhos de Sintra.

Gorda e companheiros, prontos para adoção.
Apadrinhar também vale (ouro)...
Ajudar também...

Arrepio





sítios em que os segundos parecem minutos e que a chuva miúdinha não molha, só faz pele de galinha.





A nossa Hoya Carnosa (vulgo flor de cera) floriu este ano, pela primeira vez. Tão pequena, tão delicada, tão bela.
Para comemorar, só um Imperador (ou dois, se calhar) .
Gracie Isita.